Blog > Stories @Axians > Roletas russas, heranças Sefarditas e Inês de Castro: a incrível viagem do Álvaro para Portugal durante a pandemia

A pandemia não o impediu de cumprir o seu sonho. Nem de recuar quase 500 anos para encontrar o passaporte para um futuro melhor em Portugal. Esta é história do Álvaro @Axians.

 

 Recomeçar a vida num novo país em plena pandemia tinha tudo para não ser fácil – e não foi mesmo.

Desde muito novo que o Álvaro sonhava em partir à aventura e deixar aquilo que, nas suas palavras, era a “roleta-russa de sair à rua numa cidade brasileira”.

Estava tão determinado a partir que até investigou as suas raízes sefarditas em busca de um antepassado que provasse uma ligação a Portugal. A sua árvore genealógica revelou um parentesco improvável: nada menos do que Inês de Castro, protagonista do romance mais célebre da história lusa.

Procurou e encontrou uma vaga na sua área, em Tecnologia. Com um contrato e uma carta a atestar que o esperavam no país, pensou que estava tudo pronto para viajar. Mas a viagem foi só até ao aeroporto. Estávamos na pandemia, e a companhia aérea não o deixou embarcar.

O Álvaro tentou um plano B: convenceu a mulher a antecipar os planos de fazer um mestrado em Portugal. Assim, pensavam, seria mais fácil ter um visto – o Álvaro viria como acompanhante.

E até foi mais fácil – mas não muito. Foram ainda cinco meses a trabalhar à distância, num fuso horário diferente, enquanto os papéis seguiam o seu lento caminho. Quando, enfim, foram entregues, foi na morada errada. Para não haver mais enganos, o Álvaro fez-se à estrada e, mesmo com as restrições do confinamento, foi entregar os documentos em mão ao responsável pelo processo.

Após mais algumas discussões com a companhia aérea, que não queria reembolsar o bilhete inicial, aterrar em Portugal foi um alívio. Mas a epopeia burocrática não chegara ao fim.

Foram semanas a ligar para o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras – até que um dia, às 6 da manhã, lá conseguiu ser o segundo da fila e finalmente deu entrada do pedido de visto.

Se valeu a pena? O Álvaro não tem dúvidas. Hoje vive com a família em Lisboa – com os papéis em dia e a fazer o que gosta. Não tem planos de voltar e até se diverte a contar a sua história. Uma história em que tudo correu mal. Exceto num ponto.

Durante todo esse acidentado percurso, o Álvaro nunca deixou de se surpreender com o acompanhamento que teve da Axians.

Quando ainda estava no Brasil, a empresa pôs advogados a ajudá-lo. Quando falou em desistir, recomendou-lhe calma. E até lhe foi enviando umas lembranças – para que, mesmo antes de chegar, já se sentisse em casa. Como de facto se sentiu, quando finalmente pôde experimentar em pleno uma cultura com que até hoje se identifica.

O caminho do Álvaro até estar de corpo inteiro na Axians foi difícil. O teu não precisa ser. Se queres trabalhar numa empresa que te valoriza e acompanha desde o primeiro momento, consulta as vagas que temos em aberto. Estejas onde estiveres, quem sabe se uma delas não é perfeita para ti?

 

Sobre o Álvaro

A história do Álvaro, como todas as histórias @Axians, é real. Enquanto esteve na Axians como colaborador Talent, foi responsável pela gestão de equipas de apoio técnico. Veio do Brasil para Portugal, passou por um longo processo burocrático e foi ajudado ao longo de cada etapa quando mal tinha acabado de se juntar à Axians. Durante quase um ano, foi fundamental para garantir o funcionamento dos sistemas em algumas das maiores organizações nacionais. Já não está na Axians, mas não quis deixar de partilhar a sua experiência com quem está à procura de uma carreira em tecnologia, esteja onde estiver. Está com a sua família em Lisboa, e continua a fazer o que mais gosta. Por uma questão de confidencialidade, não divulgamos o seu apelido.

 

Sobre a Axians

A Axians é uma marca do grupo VINCI Energies, dedicada à Transformação Digital das empresas portuguesas. Cultivamos uma relação de proximidade, e acreditamos que a tecnologia só faz sentido com um toque humano. Trabalhamos com algumas das maiores empresas nacionais em projetos de cibersegurança, redes empresariais, infraestrutura digital e novas soluções inteligentes.

Mas vemos para além do trabalho. Também financiamos projetos propostos pelos nossos colaboradores, e que atuem em quatro áreas de intervenção social: empregabilidade, inclusão social pela via da habitação, mobilidade solidária e atuação em bairros prioritários. Estamos a recrutar e queremos contar contigo.

 

Como te podes candidatar

Na Axians, estamos sempre à procura de pessoas com talento e motivação. Se achas que tens o que é preciso, estas são três vagas que te podem interessar:

 

Há muitas outras vagas para developers em Lisboa e no Porto. 

 

VER POSIÇÕES DISPONÍVEIS